Thiago Ávila

You are here: Home / O mandato coletivo / A candidatura coletiva / Thiago Ávila

CHEGOU A HORA DE, JUNTOS, TRANSFORMARMOS O MUNDO!
Thiago Ávila​ tem 31 anos e dedicou quase a metade deles à luta por uma sociedade mais justa socialmente, em harmonia com a natureza e com o Bem Viver para as pessoas. Além de ter sido um dos organizadores do Fórum Alternativo Mundial da Água​ e percorrido o DF organizando Assembleia Popular da Água​ em áreas críticas, ao mesmo tempo ele realizava projetos regenerativos de agroflorestas no Descoberto, mutirões de bioconstrução de famílias sem teto e palestras sobre natureza e sociedade em escolas da rede pública.
A trajetória de Thiago se soma à própria trajetória das lutas do Distrito Federal. Ao longo da última década construiu as mobilizações pelo Fora Arruda, participou da resistência no Santuário dos Pajés, foi uma das vozes das manifestações de junho de 2013, construiu os Comitês Populares que enfrentaram a FIFA durante a Copa, participou da maior parte das ocupações por moradia digna que aconteceram, entre muitas outras lutas no DF, no Brasil, América Latina e outros lugares do mundo.
Assim como seus amigos e lutadores Guilherme Boulos​, Sonia Bone Guajajara​ e Talíria Petrone​, Thiago é filiado ao PSOL e, desde 2009, se dedica a construir, na prática, a grande aliança que hoje se consolida entre sem tetos, indígenas, ativistas pelos direitos das mulheres, negros e LGBT´s, midialivristas. O PSOL é o partido que ele constrói e por onde terá seu CPF registrado no TSE para a pré-candidatura do Mandato Coletivo​.
A dedicação pelas pautas ambientais não é à toa: no país com as maiores reservas de água do mundo, a maior floresta e as maiores reservas de biodiversidade, Thiago sabe que defender, proteger e regenerar os biomas brasileiros é uma tarefa necessária e urgente que assumimos em nome da própria vida na Terra para as futuras gerações. E o Distrito Federal, com seu cerrado gravemente ameaçado, cumpre um papel chave nesse futuro.
Ao longo das três últimas eleições Thiago recebeu convites para se candidatar e nunca aceitou, até que finalmente viu no Mandato Coletivo a oportunidade não apenas disputar nas urnas, mas lutar para transformar para sempre o sistema político e construir, na prática, a DEMOCRACIA DIRETA para os povos decidirem seu próprio destino a partir de agora!

“Chegou a hora de construirmos uma nova sociedade livre da exploração, das opressões e da destruição do planeta. É chegado o momento do Bem Viver!”

Thiago não estará sozinho nesse desafio! O Mandato Coletivo tem também como pré-candidatos (em igual grau de importância) as já apresentadas Nádia Nádila, Airy Gavião​ e Eduardo Borges​ além de todo um coletivo de pessoas e movimentos! Vem com a gente você também!